site divuilga imangens do novo Mondeo

20-08-2010 21:40

 O Mondeo deixou de ser importado pela Ford no Brasil em 2006, mas continua sendo prestigiado na Europa. A próxima geração do modelo deve ser lançada em breve, como indicam as imagens publicadas no site da revista inglesa Auto Express.

As fotos mostram que o sedã será bem parecido com o novo Focus europeu (que está uma geração à frente do modelo vendido aqui). A enorme entrada de ar frontal, os faróis espichados e o capô com vincos pronunciados entregam o parentesco com os outros carros da Ford, adeptos do estilo Kinetic.

O visual “musculoso” do carro é realçado pelos vincos laterais e o desenho da traseira, com lanternas arrojadas e saídas de escapamento integradas com o para-choque. O carro fotografado deve se tratar de uma versão esportiva, já que é equipado também com um discreto aerofólio na tampa do porta-malas.

A Auto Express afirma que o próximo Mondeo será o mais luxuoso de todos, numa tentativa da Ford em se aproximar das versões mais baratas dos carros da Audi, BMW e Mercedes-Benz. O moderno sistema SYNC, 

que controla diversas funç/ões do veículo por meio de botões ou comando de voz, vai equipar o sedã. Outros recursos, como a câmera traseira e o sistema que avisa sobre a presença de outros veículos nos pontos cegos do carro, também vão equipá-lo.

O Mondeo será equipado com os motores 1.6 e 2.0 EcoBoost, ambos movidos a gasolina e com turbocompressor. A Ford também deve oferecer o sedã com motorizações 2.0 a diesel, com potências que variam entre 112 cv e 163 cv.

Como a sustentabilidade é tratada como prioridade entre as montadoras, a nova geração do modelo terá várias tecnologias que ajudarão a reduzir as emissões de poluentes e o consumo de combustível. Entre elas, destaque para os freios regenerativos, start-stop (que desliga o motor do carro quando não é exigido) e um sistema que regula o fluxo de ar pela grade frontal para reduzir o arrasto aerodinâmico.

A exemplo do que ocorre com os novos Fiesta e Focus, o novo Mondeo foi desenvolvido para ser um carro global, ou seja, poderá ser vendido em vários mercados, com pequenas mudanças de acordo com o mercado em que será comercializado.

fonte http://quatrorodas.abril.com.br

Contatos