Novo Chery Face

16-08-2010 21:34

  De todas as marcas chinesas que já aportaram no Brasil, a Chery é a mais ambiciosa delas. Os planos da empresa incluem a importação de novos modelos, a adoção de motores com a tecnologia flex e até uma fábrica no interior de São Paulo. Uma das apostas da montadora para ganhar terreno por aqui é o Face, que vem para disputar seu espaço no acirrado segmento dos carros compactos.


A missão de roubar mercado de marcas consagradas no país, como Volkswagen e Fiat, não será nada fácil. Por isso, o Face quer fisgar a clientela pelo bolso, mais precisamente com a farta lista de equipamentos. Anote aí: o compacto vem recheado de fábrica com ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricas, rodas de liga leve, rádio CD Player com reprodução de arquivos em MP3, freios com sistema anti-travamento (ABS) e distribuição eletrônica de frenagem (EBD), airbag duplo e sensor de estacionamento traseiro. A cereja do bolo é o preço competitivo de R$ 31.900.

Os chineses também se preocuparam em oferecer um design moderno. Segundo a Chery, as linhas do Face foram desenhadas pelo estúdio italiano Bertone, responsáveis por projetos consagrados de Alfa Romeo e Lamborghini. O compacto não ousa nas formas, mas tem traços modernos. O interior é irreverente, com bancos revestidos em uma alegre (e controversa) combinação de cinza com amarelo, sendo que os instrumentos têm iluminação azulada e visual arrojado.

O Face é movido por um motor 1.3 de 16 válvulas a gasolina, que gera 84 cv. Nas medições realizadas por QUATRO RODAS em 2009, o compacto acelerou de 0 a 100 km/h em 14,2 segundos e fez um consumo urbano de 11,7 km/l, número que subiu para 17,1 km/l na simulação de percurso rodoviário.

A Chery estima vender 6.000 unidades do Face por ano e seus principais concorrentes são o Sandero e o Fox. Além do Face, a marca reserva outras novidades para o Brasil, como o popular QQ, que virá com motor flex provavelmente em 2011.

fonte: http://quatrorodas.abril.com.br  

Mais fotos

Contatos